Tudo Sobre O Cacto Amendoim – Echinopsis Chamaecereus

Botânica

  • Nome cientifico: Echinopsis chamaecereus
  • Família: Cactáceos, Cactus
  • Origem: Oeste da Argentina
  • Floração: novembro a fevereiro
  • Flores: Vermelhas
  • Tipo: Cacto
  • Tamanho: varia entre 5 e 15 centímetros de altura

Plantio e cultivo

  • Robustez: aguenta altas temperaturas
  • Exposição solar: a sol pleno ou área muito iluminada
  • Solo: drenado, arenoso e mineral
  • Acidez do solo: neutro a básico
  • Umidade: seco a normal
  • Onde cultivar: Vasos. Em bordas de janelas, varandas
  • Plantio: Primavera/Verão
  • Multiplicação: estaquia e sementes

Origem do Cacto Amendoim – Echinopsis Chamaecereus

Echinopsis chamaecereus, o cacto amendoim é uma planta perene, pertencente à família dos Cactáceos. Originário das regiões oeste e norte da Argentina, a espécie foi descoberta e descrita pela primeira vez em 1905, na região de Tucuman e Salta, é um cacto proliferador, de pequeno porte, mas capaz de se espalhar e formar verdadeiros “gramados”. O status botânico do Cacto Amendoim foi, e é, muito debatido sendo ainda conhecido em alguns meios como Lobivia sylvestris ou chamaecerues, e ainda Chamaecerus Silvestrii no entanto a botânica moderna o coloca no gênero Echinopsis.

Sem dúvidas o cacto amendoim é um dos cactos mais fáceis de se cultivar, ideal para os iniciantes na arte da jardinagem, que em troca de um pouco de atenção e cuidado nos oferece como presente, algumas vezes durante o ano, lindas floradas com flores vermelhas, e a possibilidade de multiplica-las com o tempo. Outrossim, é uma espécie de cacto com espinhos “macios’, podendo ser manuseados sem muitas surpresas “espinhosas”. 

Ideal para quem tem crianças, gatos ou cães em casa. Claro que não pode ser deixado ao alcance dos pequenos dos animais domésticos, pois podem causar acidentes e causar  danos para sua plantinha, portanto atenção.

cacto amendoim como cuidar
@vidamaissuculenta

Descrição e características do Cacto Amendoim

Echinopsis chamaecereus tem uma haste encorpada, com 1 centímetro de diâmetro, podendo crescer até quinze centímetros, ou mais. Ao alcançar um determinado comprimento, quando a haste está formada ela torna-se pendente para um lado devido ao peso, ao mesmo tempo que a base da plante se torna mais encorpada para aguentar o peso da haste. O conjunto forma tufos de hastes cespitosas com pontas elevadas. De 10 a 15 espinhos brancos de 1 à 1,5mm de espessura e se agrupam em aureolas repartidas nas hastes em formato octogonal.

Os cactáceos xerófitos são de ambiente seco e quente, durante sua evolução ao longo dos séculos, os tecidos que se transformariam em folhas se modificaram e formaram os espinhos perenes. Esses espinhos tem um papel importante na captura de água da atmosfera (já que há pouco índice pluviométrico nas regiões desérticas da Argentina, onde a planta se desenvolveu). As hastes encorpadas e verdes fazem a fotossíntese, além de servirem como reservatório de água.

Suas flores nascem a partir de aureolas laterais em formato afunilado, de cor vermelha bem intensa, com 4 a 5 cm de diâmetro e um único pistilo. As flores são fecundadas, via polinização cruzada, produzindo um fruto cheio de sementes, não comestível. 

tudo sobre o cacto amendoim
@cantinho.suculento

Como Cuidar do Cacto Amendoim

O Cacto amendoim é de cultivo relativamente fácil, requer uma terra drenada, hoje vários gardens e floriculturas já possuem substratos prontos para muitas espécies de plantas, mas caso você não encontre, pode usar a mistura indicada aqui abaixo, que seu cacto amendoim vai amar: 

  • 1/3 de terra de jardim (facilmente encontradas em gardens)
  • 1/3 de terra comum
  • 1/3 de areia de construção

Essa espécie aprecia terra calcaria, pois, a presença de cálcio faz com tenha espinhos viçosos.

Independente do recipiente que você escolher sempre lembre que ele deve ser bem drenado, nunca plante qualquer planta em vasos sem furos.

O cultivo se divide em duas temporadas:

– De setembro a março o cacto amendoim só é irrigado quando o substrato do vaso em que é cultivado estiver seco. Você pode adubar moderadamente com adubo para cactos (ou qualquer adubo NPK equilibrado) uma vez ao mês. Durante a primavera e o verão o cacto amendoim, (diferente do que se pode esperar de um cacto) ele não gosta de calor intenso mas adora luminosidade, se dando muito bem em luz plena no seu jardim nos períodos secos e frios do inverno brasileiro, porém a planta precisa de um período de adaptação à meia sombra durante dois dias.

Caso more em apartamento, ele se adapta também ao beiral das janelas que recebam bastante luminosidade e luz direta pelo menos 3 horas por dia.

– A partir de março as regas cessam quase por completo. No Brasil o período de março a agosto coincide com o período de chuvas irregulares e temperaturas um pouco mais baixas o cacto amendoim adora temperaturas entre 4 e 20 graus. A luminosidade nesse período pode ser menor, pois a planta entra em estado de repouso, sendo essencial para induzir a floração durante a primavera.

São informações essências, pois, sempre que trazemos uma espécie que não é nativa da nossa região, temos a obrigação de adaptar e às vezes emular um clima que lembre a terra natal na qual a planta se desenvolveu, para que ela possa ter uma boa climatização ao nosso meio. O Brasil é um país essencialmente chuvoso e quente, por isso o cacto amendoim se adapta tão bem às regiões mais frescas e secas durante o nosso inverno, como as regiões sudeste do país, a região de serras entre Minas Gerais, São Paulo e Rio de Janeiro, região sul do país e algumas partes da região centro-oeste, principalmente o sul do mato grosso do Sul.

cultivo do cacto amendoim
@soulculenta

Como multiplicar o cacto amendoim:

A reprodução do cacto amendoim se dá através de sementes, porém ele consegue se reproduzir facilmente através do processo de estaquia. Os brotos para estaquia podem ser preparados desde a primavera (setembro) até o início do outono (março), em uma planta recentemente regada com hastes bem firmes. Os pedaços são tirados cortando na altura da parte mais estreita, na base da ramificação.

Os brotos são deixados para secar (cicatrizar) durante alguns dias, após coloque as mudas na mistura de solo preparado para cactos (a mistura tem que estar regada e úmida). Rapidamente as raízes aparecerão em temperatura superior a vinte graus celsius. 

Uma dica para a manutenção da sua planta é fique de olho nas cochonilhas, por se alastrar de  forma muito compacta ele tende a atrair esse tipo praga.

Com essas dicas você terá um cacto bonito e saudável por tempo indefinido, produzindo mais plantas e flores, trazendo ao seu ambiente equilíbrio, beleza e bem-estar que só as plantas conseguem trazer para nossos lares.