Tudo Sobre a Flor do Natal (Bico de Papagaio)

Botânica

Nome cientifico: Euphorbia pulcherrima

Família: Euphorbiaceae

Origem: América Central

Floração: Entre outubro e fevereiro

Flores:  Vermelha

Tipo: Arbusto

Tamanho: Até três metros

Plantio e Cultivo

Robustez: Aguenta entre 17 a 21º C durante o dia e os 15º C durante a noite

Exposição solar: Entre 6 e 8 horas de sol

Solo: Drenado

Umidade: Solo levemente úmido

Onde cultivar: Canteiros, vasos, etc.

Multiplicação: Estaquia

Origem da Flor do Natal (Bico de papagaio) – Poinsétia

A Flor do natal (Bico de papagaio) Poinsétia veio da América Central, mais especificamente do México. A planta foi usada inicialmente pelos astecas para a produção de tintas que seriam usadas na cosmética e no tingimento de tecidos. Sua seiva também era usada para a produção de medicamentos contra a febre.

Acredita-se que foi no século XVII que a planta passou a ser associada com o Natal. Neste período, frades franciscanos começaram a usa-la em procissões. Elas apresentavam uma forma semelhante a estrela de Belém.

Floricultores da Escandinávia e da Califórnia obtiveram variedades mais adaptadas para o uso em decorações domésticas. O tamanho e as cores fazem dela uma opção bastante procurada como item de decoração.

O nome Poinsétia, vem de Joel Roberts Poinsett, um Embaixador dos Estados Unidos no México que levou essa planta para sua casa e distribuiu a mesma para alguns amigos. Um desses amigos, Robert Buist, era dono de um viveiro, mas não conhecia o nome científico Euphorbia pulcherrima e então optou por vender a planta com o nome de Euphorbia poinsettia.

flor do natal
@jessicapsc

Descrição e Características da Flor do natal (Bico de Papagaio) 

A Flor do natal (Bico de papagaio) pode ser considerada uma pequena árvore ou um arbusto, ela pode atingir entre 1 e 4 metros de altura. Suas folhas são grandes e ficam entre 7 cm e 16 cm de comprimento. A cor da folha fica em verde escura, sua consistência é fina e decíduas em locais com invernos mais frios.

Na ponta dos ramos temos as brácteas de cor vermelha. Na inflorescência há pequenas flores verdes com estames amarelos. A planta floresce no Natal, na região do Hemisfério Norte, este é o motivo para a planta não ser associada ao Natal no Brasil.

O que a maioria das pessoas acredita serem flores nesta planta, na verdade são apenas brácteas modificadas.

bico de papagaio
@florarte.loja

Como cuidar da Flor do Natal (Bico de Papagaio) 

O primeiro passo a ser tomado ao adquirir uma Flor do natal é mudar o vaso. Essa planta é comercializada em substratos. O substrato é um produto que substitui a terra. Este produto não retém a umidade, não conta com nutrientes e não tem as mínimas condições necessárias para uma planta crescer. O que quer dizer que se você usar o substrato por tempo indeterminado, vai ser penas uma questão de tempo até sua planta morrer.

No que diz respeito ao vaso, o vaso utilizado para o plantio deve ser maior do que o vaso onde a planta fica para que a mesma cresça da forma correta. A Flor do natal deve ter seu plantio diretamente em um condicionador de solo Classe A terral flor. Para quem não conhece, terral flor é ideal para a Flor do natal. Trata-se de um condicionador de solo orgânico. O mesmo é rico em nutrientes e em matéria orgânica, ideal para o florescimento de plantas envasadas. Você deve usar algum produto drenante para fazer a drenagem do vaso, argila expandida é o bastante para isso.

Em resumo, temos: Primeiro, coloque o elemento drenante e então coloque o terral flor até a metade do vaso. Segundo, coloque a planta no centro do vaso. Terceiro, complete e aperte levemente o condicionador para que a Flor do natal fique estável no vaso em questão. Feito isso, molhe o vaso para hidratar a planta.

A Flor do natal é uma planta do México, onde o sol é forte. Você deve deixa-la exposta ao sol por um bom tempo. De 6 a 8 horas de exposição ao sol é o ideal para que ela cresça de forma saudável. Ela não se dá bem com correntes de ar. Expor a Flor do natal à corrente de ventos pode desidratar a mesma. Ela também só pode ser regada quando a terra está seca. O estresse hídrico facilita a chegada de pragas, pulgões e etc. Inclusive, a falta de umidade faz com que a planta fique murcha e que a recuperação seja lenta.

Adubação

No que diz respeito a adubação, a Flor do natal se dá bem com adubação foliar. Nesse caso, seu crescimento pode ser bastante rápido e suas folhas ficam com uma aparência ótima. Recomenda-se a utilização de produtos com todos os nutrientes necessários. Biofert Universal é um bom exemplo disso. Use apenas as instruções do rótulo.

Pragas

Sobre as pragas, a Flor-do-Natal está suscetível assim como qualquer outra planta. É necessário o controle orgânico das mesmas. Você deve usar um produto especifico para cada tipo de praga. Não existe um produto universal para todo tipo de praga existente. Por exemplo, para insetos voadores, utilize armadilhas amarelas.

Como se divide o cultivo?

  • De janeiro a março, mantenha a planta úmida, regue a mesma sempre que estiver seca.
  • No mês de abril, vá diminuindo gradualmente o nível de água usado para regar a planta. Espera a terra secar totalmente para rega-la. Preste tenção no caule, se o mesmo estiver murcho, a planta pode estar estressada e prestes a morrer.
  • No mês de maio, coloque a Flor-do-Natal em um vaso maior.
  • O mês de junho é simples, apenas observe o crescimento da mesma, adicione adubo e não esqueça de regar.
  • No mês de julho, arrance cerca de um centímetro de ramo e caule. Isso é para incentivar o crescimento equilibrado.
  • No mês de agosto, deixe apenas 3 a 4 folhas em cada ramo.
  • Em setembro, mantenha a Flor-do-Natal a sombra e a uma temperatura acima dos 15º C.
  • Em outubro, deixe a Flor-do-Natal na completa escuridão de 5 a 8 horas por dia.
  • Em novembro, tire a Flor-do-Natal da escuridão e deixe na janela.
  • Em dezembro, até o Natal, pare de usar o adubo, mas continue regando.
flor do natal (bico de papagaio)
@floramorgarden

Como Multiplicar a Flor do natal (Bico de Papagaio) 

A reprodução é feita através do processo de estaquia. Trata-se de um método de reprodução assexuada de muitas plantas. É sobre plantar pequenas estacas de caule, raízes ou até folhas que quando em meio úmido, desenvolvem-se em outras plantas.

Deixe um comentário