Tudo Sobre a Lavanda: Plantar, Propagar & Mais!

lavanda

A Lavanda, com seu perfume delicioso, lindas flores roxas e folhas de um verde vivo de encher os olhos, é hoje uma planta muito popular. Mas ela não chegou há pouco tempo: os romanos usavam a lavanda para lavar roupas, aromatizar ambientes e em seus banhos; os egípcios usavam a planta no processo de mumificação, e estes são apenas alguns exemplos. A lavanda ainda é utilizada hoje em dia para diversos fins, desde usos medicinais até o simples relaxamento com óleos essenciais entre outros produtos.

Neste post informativo, você verá tudo que precisa saber sobre a lavanda. Você também verá como plantar a lavanda, tanto diretamente na terra, como em um vaso.

Mas antes, você pode conferir logo abaixo uma ficha de informações sobre a lavanda com informações como: a origem da lavanda, época de floração da lavanda e quais são as condições ideais para plantio e cultivo da lavanda.

Ficha de Informações Sobre a Lavanda

Botânica da Lavanda

  • Nome cientifico: Lavandula angustifolia
  • Família: Lamiaceae
  • Origem: Mediterrâneo
  • Época de floração: junho a agosto
  • Flores: Roxas, lilás acinzentado ou rosa e branca, dependendo da variedade
  • Tipo: Plantas floríferas, herbáceas, flores
  • Ciclo de vida: Perene
  • Vegetação: Perene
  • Folhagem: Densa, perene
  • Tamanho (em média): 30 cm a 90 cm de altura

Plantio e Cultivo da Lavanda

  • Robustez (ou resistência): bastante resistente, resiste a períodos de seca e geada
  • Exposição: sol pleno
  • Solo: arenoso, preparado com uma mistura de areia, terra e composto orgânico
  • Acidez/pH do solo: 6,5 até 7,5
  • Umidade: necessita de pouca água
  • Utilização: medicinal, cosméticos, higiene, relaxamento
  • Multiplicação: por divisão de touceira
  • Pragas: repele traças, pulgas, moscas e mosquitos; atrai cercopidae, aleyrodidae e afídio.

O Que é Lavanda

o que é lavanda
Lavanda: saiba tudo sobre essa planta e seus benefícios

A lavanda é uma planta perene de tipo herbácea. Produz caules longos com botões e flores. O cheiro da lavanda é aromático, e por isso essa planta é usada em diversos tipos de cosméticos.

Dependendo do tipo e variedade, as folhas da lavanda podem ter um verde cinza prateado ou verde intenso. As flores da lavanda variam de roxo profundo, roxo azulado, rosa até branco.

A lavanda tem formato de arbusto e seu tamanho varia, em média, entre 30 e 90 centímetros.

Os Tipos de Lavanda     

lavanda
Lavanda: conheça os diferentes tipos desta planta

      A lavanda tem nome científico de Lavandula, e faz parte da família da hortelã (Lamiaceae). Existem 47 espécies de lavanda, com mais de 450 variedades, mas as lavandas mais populares são a angustifolia e a intermedia (lavandin).

Aqui estão algumas informações sobre 4 dos tipos mais populares de lavanda:

  • Lavandas Angustifolia são geralmente menores e têm um cheiro e sabor mais “doces”. Algumas variedades da Angustifolia são: Hidcote, Munstead, Betty’s Blue, Royal Velvet, Folgate, Mailette, Buena Vista e Melissa.
  • A Lavanda Intermedia é um híbrido de Angustifolia e outra espécie, Latifolia. Os intermediários são geralmente plantas maiores, os caules são mais longos e têm um sabor e cheiro mais de cânfora. Alguns exemplos dessa variedade são: Grosso, Provence, Impress Purple, Fred Boutin e Phenomenal.
  • A Lavanda Stoecha é a variedade com “asas” ou “orelhas de coelho”. Tem um cheiro diferente das outras e não é resistente. Deve ser cultivada em vasos onde possa ser colocada para dentro de casa durante o inverno.
  • A Lavanda Dentata, também conhecida como francesa ou alfazema, possui folhas com bordas “dentadas”. Não é resistente e deve ser cultivada em vasos, onde possa ser trazida para dentro de casa durante o inverno. Boa opção para quem gostaria de cultivar em casa.

Leia também:

Planta Dama da Noite – Epiphyllum Oxipetalum

Tudo Sobre a Flor do Natal (Bico de Papagaio)

Cacto de Natal – Schlumbergera Bridgesii

Como Plantar e Cultivar Lavanda

como plantar lavanda
Lavanda: como plantar e cultivar

A lavanda é uma planta fácil de cuidar e bastante resiliente, que requer poucos cuidados além da rega, mas para isso acontecer, é preciso levar em consideração o solo, umidade, iluminação entre outros detalhes importantes na hora do plantio. Veja abaixo informações importantes sobre o plantio e cultivo da lavanda.

Como Escolher Mudas de Lavanda

Segundo o especialista em agricultura orgânica Thiago Tadeu Campos, deve-se escolher estacas de plantas bem verdes, sem folhas amareladas, de pé de lavanda que ramifiquem bem, pois a ramificação é um indicador do vigor da planta. As estacas devem ter pelo menos 10cm de comprimento para ser considerada uma boa muda de lavanda. É possível plantar a lavanda direto na terra, ou num vaso.

Clima e iluminação

Por conta de sua origem, a lavanda prefere lugares com alta temperatura e geadas. Portanto, a lavanda pode ser plantada em diversos locais, e se sente mais forte durante o verão. Enquanto está crescendo, a lavanda precisa de no mínimo 6 horas de sol (durante o verão e a primavera).

Solo

Sobre o solo, a lavanda prefere solos bem drenados, mais arenosos e moderadamente férteis, com pH de 6,5 até 7,5. O tipo de solo ideal para cultivo de lavanda é o calcário, para preparar esse solo, basta acrescentar cal e nutrientes à terra. O objetivo é facilitar o enraizamento da lavanda.

Umidade

Na hora de plantar a lavanda, é importante molhar bastante para que o enraizamento seja feito mais facilmente. Porém, como qualquer planta, regar em excesso pode ser muito ruim, levando à morte da planta. No caso da lavanda, após estar estabelecida e bem enraizada, basta irrigar esporadicamente.

Pestes na lavanda

Verifique se há pragas e doenças em sua lavanda pelo menos uma vez por mês. Os percevejos deixam um resíduo espumoso nas folhas e caules da lavanda. O resíduo e os insetos que o causam podem ser removidos periodicamente com um jato forte de água. Além disso, a lavanda pode sofrer de podridão da raiz, que pode se espalhar de uma planta para outra se a infecção não for isolada.

Como Propagar ou Fazer Mudas de Lavanda

A lavanda pode ser propagada via divisão de touceira. Para propagar a lavanda, ou fazer mudas de lavanda, recolha sementes ou corte com uma faca afiada caules/estacas das pontas dos ramos mais saudáveis, retos e vigorosos, porém nunca da base da planta, pois isso poderia matar a touceira inteira. Escolha caules com uma boa cor e sem botões.

Como Plantar Lavanda em um Vaso

tipos de lavanda
Aprenda como plantar lavanda em um vaso
  • Selecione um vaso grande o suficiente para sua lavanda crescer. Um vaso de tamanho de 30 a 40 cm seria o ideal. O vaso precisa de pelo menos um buraco embaixo. Também precisa de pedras embaixo, para drenagem rápida.
  • Escolha uma boa mistura de terra e areia que drena bem a água e encha o vaso até ¾. Adicione uma colher de sopa de fertilizante.
  • Plante sua muda de lavanda ou sementes e cubra com mais terra até poucos centímetros da borda. Firme a terra para eliminar quaisquer bolsas de ar. A coroa/ponta da sua lavanda deve ficar de 1 a 2 cm acima da terra.
  • Molhe toda a terra até ficar úmida.
  • Adicione uma ou duas camadas de adubo (5 cm) para manter a umidade.
  • A lavanda requer pelo menos 5 horas de luz do sol por dia. Sombra reduz seu crescimento e fragrância. Por este motivo, coloque o vaso com a lavanda num local onde bata sol, porém protegida do vento.

Como Usar a Lavanda e Alguns dos seus Benefícios para a Saúde

lavanda
Como usar a lavanda e seus benefícios para a saúde, com estudos

A lavanda pode ser usada para diversos fins, como medicinais e relaxantes, e de diversas formas, como cosméticos, óleo, repelente e chá. Confira alguns usos populares da lavanda e alguns dos seus benefícios surpreendentes: 

Óleo essencial

O óleo essencial de lavanda é um dos óleos mais populares e versáteis, comumente usado em aromaterapia. Destilado da lavanda angustifolia, o óleo de lavanda promove relaxamento da mente e do corpo, alívio de ansiedade, insônia [1], infecções fúngicas, alergias, eczema, náusea e até efeito antioxidante, analgésico e anti-inflamatório [2] contra, por exemplo, cólicas menstruais [3]. Vale lembrar que o óleo de lavanda pode causar irritação ou reação alérgica em algumas pessoas. O óleo de lavanda também pode ser repelente e antibacteriano, como indica este estudo [4]. O óleo de lavanda também pode ser um bom cicatrizante. 

Em um estudo realizado pela Universidade de Ciências Médicas de Morinomiya, o óleo de lavanda mostrou ser eficaz na cicatrização de feridas. A aplicação tópica de óleo de lavanda induziu a produção de colágeno tipo I e III quatro dias após o ferimento, acompanhada por um aumento do número de fibroblastos, que sintetizam colágeno.

Chá de Lavanda

O chá de lavanda é feito da lavanda angustifolia usando água quente. Pode acalmar os nervos, ajudar no sono e até melhorar a pele. De acordo com especialistas [6], o chá de lavanda contém vitamina C, cálcio, magnésio, zinco, ferro, além de diversos outros nutrientes. Esses nutrientes apoiam a saúde imunológica e tornam mais fácil para o corpo humano lutar contra infecções bacterianas, fúngicas e virais. Tomar chá de lavanda regularmente pode ser relaxante e ainda trazer alguns benefícios para sua saúde física.

Conclusão

cuidados da lavanda

A lavanda é uma planta perfumada, que pode embelezar seu jardim e sua casa de diversas maneiras criativas, como por exemplo, no caminho até a porta. Mas a lavanda também pode ser útil para sua saúde e relaxamento físico e mental. Vale a pena aprender mais sobre a lavanda e aproveitar seus diversos benefícios!

Deixe um comentário